terça-feira, 17 de maio de 2016

Nua Pra Mim
Vou derrapando
Pelas curvas do seu corpo
Sem saber aonde
Essa estrada vai me levar
Aquietando-me na maciez dos seus seios
E no barulho do seu olhar luar
Vou deslizando em cada centímetro
Como poesia que não tem fim
No dedilhar de uma canção
Nos arrepios do seu corpo em mim
E cada estrela que cai em lágrima
No flutuar do seu êxtase enfim
No acostamento dessa highway
Nós seremos não e também o sim
Quero te ver nua, rua
Lua prateada
Quero me prender num sonho
Dessa inquietude de uma madrugada.

By Everson Russo
evrediçõesmusicais©®
Direitos autorais reservados  lei 9.610 de 19/02/98 

quinta-feira, 25 de fevereiro de 2016

Desejo
Seu corpo moreno pedindo amor
Seu coração sereno carinho e calor
Passos leves rumo ao sonho do infinito
Ondas do mar num intenso agito
Na loucura e na doçura
Seu sorriso me acolheu
Seu perfume e seu sabor
Em meus braços da solidão se esqueceu
Tão macia e tão gostosa
Feito nuvens de algodão
Entrega-se nessa historia
De amor e coração
Menina que descobriu no amor
Toda poesia que sonhou
Virou canção que o mundo inteiro
Em harmonia cantou
Hoje deitada no branco da paz
Rebusca na imensidão do céu
Estrelas que toquem sua alma
Beijos que roubem seu mel
Tão sensível e serena
Lágrima e sereno da manhã
Obra prima da natureza
Seu perfume de hortelã
Anda desfilando sua beleza
Por entre toda a gente
Meu amor por ti menina
Durará eternamente.

By Everson Russo
evrediçõesmusicais®©
Direitos autorais reservados lei 9.610 de 19/02/98

segunda-feira, 23 de junho de 2014

Vagamente Lua
Na loucura dos meus sonhos
Silhuetas se dissipam ao olhar
E na escuridão da minha rua
Eu te sinto leve vento a sussurrar
Delicados versos a pairar
Doce e vagamente lua
Displicente carente e nua
E eu da janela procurando te encontrar.

By Everson Russo
evrediçõesmusicais©®
Direitos autorais reservados lei 9.610 de 19/02/98
Postando aqui um texto que foi censurado no Facebook
Uma eterna luta contra os babacas falsos moralistas.

sábado, 12 de abril de 2014

Por Onde Andará Elena?
Um dia o amor
Brilhou de uma estrela
Cadente e carente
De um sonho de amor
Hoje ela se perdeu na lua
No sol ou nos planetas
Em quantas e tantas galáxias
Seja lá onde for
Só sei que esse sentimento
Jamais terá fim
E a pergunta que não quer calar
Por onde andará Elena?
Em qual mundo?
Em qual infinito?
Ah! Já sei
Na minha alma
Perto do meu coração
Bem aqui dentro de mim
“Vem depressa pra mim
Que eu não sei esperar
Já fizemos promessas demais.”

Citação de um trecho de Sete Cidades
Canção do Renato Russo.

By Everson Russo
evrediçõesmusicais©®
Direitos autorais reservados lei 9.610 de 19/02/98
MEUS AMIGOS DE ALMA E CORAÇÃO, A SAUDADE TÁ MATANDO,MAS AINDA NÃO ME SINTO BEM PRA VOLTAR, AQUI ESTOU APENAS PRA DEIXAR UM ABRAÇO PARA OS MENINOS E UM BEIJO PARA AS MENINAS, QUE DEUS ABENÇOE A TODOS, UM DIA TALVEZ EU VOLTE.

*Elena é uma personagem fictícia, criada por mim alguns anos atrás, ela simplesmente não navega por esse mundo, é uma pessoa vazia, sem alma, sem amor, sem sentido, ela nasceu de uma mentira contada numa poesia de amor, onde a noite era fria, o inverno beijava a janela e o coração dela, congelado, vivia caído por um canto de sua insensibilidade como fosse um pedaço de neve esperando por um sol que nunca chegará.*

P.S. foto ilustrativa da Modelo Elena Bathory que nada tem a ver com a Elena da história, ou melhor, estória.

sexta-feira, 15 de novembro de 2013

Essa é para todos os meninos e meninas que se amam...
...o amor é uma longa estrada que leva a distâncias infinitas, mas estará sempre sob o mesmo céu.

By Everson Russo
evrediçõesmusicais©®
Direitos autorais reservados  lei 9.610 de 19/02/98 

P.S. aos amigos, não é uma volta, apenas para não ficar como ultima postagem um tema triste, sempre falei de amor, e assim quero encerrar o Livro, falando de amor,,,abraços e beijos na alma de todos.

quarta-feira, 21 de agosto de 2013

NOTA:

Esta pessoa, nesse link, de procedimento duvidoso entre os amigos e blog amigos, acusou-me, vários meses depois de minha saída do blog, de postar comentários ofensivos, http://ginaestevan.blogspot.com.br/ , gostaria de saber dos amigos do Livro e do Barco, se em meus quase 8 anos de atividades, já ofendi alguém, se já fui desagradável com alguém, ou se já me envolvi em algum atrito com alguém, ela atende pelo nome de "Gigi", será mesmo isso um nome? um apelido? uma pessoa real? meu nome é sim Everson, escrevo o que sinto, e aprendi com meus saudosos pais a respeitar as pessoas e principalmente, a agir com a verdade e a lealdade,,, obrigado a todos...E a você "Gigi", foi muito mal nessa, mas eu te perdoo. 
p.s. Comentário da postagem do dia 08/08/2013.  by Everson Russo.

sexta-feira, 1 de fevereiro de 2013

Meu Último Post
Com uma frase do grande Renato Russo eu me despeço de todos os amigos do Livro dos Dias e Ultimo Barco do Planeta, “...Tudo que começa um dia acaba...”, foram quase 8 anos de amizades, de carinhos, de poesias, deixo um agradecimento todo especial a cada um que por aqui passou, deixou seu comentário, sua crítica, seu elogio, um pedacinho do coração nessa troca de perfumes de almas, tudo que me fez crescer, tudo que nos fez fortes e imbatíveis em amizade e poesia, agradeço de coração a todos, na verdade O Livro dos Dias e o U.B.P. , só existiram porque vocês permitiram, é um dia triste pra mim, de muita dor, mas necessário, infelizmente nem tudo são flores, mas do meu jardim do amor, eu deixo uma flor especial sobre o teclado de cada um, na esperança que esse adeus seja um até breve. Beijos e abraços e o meu mais sincero obrigado a todos os amigos e amigas...
**********
Quero deixar a certeza que em meu último post,
Todos os recados deixados,
Todos os carinhos recebidos,
Sejam em números de estrelas no céu
O mesmo numero de amigos que fiz,
Pois se um dia falei de amor,
Amor eu recebi e amor doei,
Quero no numero de assinaturas
O mesmo numero de paginas de um Livro que no dia a dia transmitiu amor,
E que muitas vezes na loucura ou na insanidade da poesia,
Conseguiu o entendimento e ser entendido,
Um mergulho em águas profundas,
No mais profundo interior do ser humano,
No meu ultimo post,
Quero transformar o sol num abraço e aquecer a alma,
Quero transformar uma flor num beijo e perfumar um jardim de emoções e suspiros,
No meu ultimo post,
Quero transformar o adeus em até breve,
E como um arco-íris colorir
O final da tempestade de um dia cinza em paz.

Aos poucos, estou preparando o meu ADEUS.

By Everson Russo
evrediçõesmusicais©®
Direitos autorais reservados  lei 9.610 de 19/02/98 

Vontade de Escrever
A vontade de escrever vem
Quando tudo que se move ao redor
Livros, sonhos, carros, pessoas e a natureza viva,
Batem de encontro com a paisagem da alma,
É como uma simples folha que cai de uma árvore
Poeticamente procurando um lugar no infinito, no mundo,
É isso que sou
Alguém procurando um lugar no infinito, no mundo...
De outro alguém.

By Everson Russo
evrediçõesmusicais©®
Direitos autorais reservados lei 9.610 de 19/02/98

quinta-feira, 31 de janeiro de 2013

Only Love Builds
Em tempos de guerra
Só o amor constrói.

By Everson Russo
evrediçõesmusicais©®
Direitos autorais reservados lei 9.610 de 19/02/98

quarta-feira, 30 de janeiro de 2013

Eu Sou Diferente
Sofro diferente
Sinto diferente
Sou diferente
Meu mundo é louco
Minha poesia é amor
E muitas vezes
Amor é dor
Tá tudo cinza
Não tenho paz
Meu momento é agora
Vou embora junto com meu sonho
Que no escuro da noite se desfaz
Em tudo que eu penso
É muito mais intenso
Entre o inicio e o fim
Exatamente no meio
Eu não aguento mais
Sentir a minha alma assim.
Acho que não to muito bem.

By Everson Russo
evrediçõesmusicais©®
Direitos autorais reservados lei 9.610 de 19/02/98

terça-feira, 29 de janeiro de 2013

Lua de Longos Fios Dourados
Sonho que inspira e embala
Madrugada que instiga e floresce
Olhar que canta e encanta
Voz de criança num sonho de mulher
Da minha janela te quero nua
Entre cometas e estrelas do impossível
Nesse aroma gostoso de chuva
Lua de longos fios dourados
Venha da maneira que você quiser.

By Everson Russo
evrediçõesmusicais©®
Direitos autorais reservados lei 9.610 de 19/02/98

segunda-feira, 28 de janeiro de 2013

Voz de Veludo
Sussurro do vento
Onda do mar
Uma ilha que dança
Sob o véu do luar.

By Everson Russo
evrediçõesmusicais©®
Direitos autorais reservados lei 9.610 de 19/02/98

sábado, 26 de janeiro de 2013

Clave de Rosa
Canção do jardim
Acordes do amor
Coração dentro de mim
Batendo sem dor
Dedilho o violão
Como acaricio seu corpo macio
E nessa emoção
Um leve calafrio
E entoas num beijo
Todo o seu desejo.

By Everson Russo
evrediçõesmusicais©®
Direitos autorais reservados  lei 9.610 de 19/02/98

Por Trás da Cortina do Inesperado
Por trás da cortina do amor
Escondi-me, eu chorei,
Eu sofri, eu sorri,
Busquei intensamente o caminho
E nele cegamente eu segui,
Cruzei esquinas e subi colinas
Desci do infinito e voltei ao chão
Procurei em ondas do mar
Onde morava o seu coração,
Hoje sigo numa linha reta que tracei
Chamo de horizonte que risquei
Sigo nessa guerra como um bravo soldado
Por trás da cortina do inesperado,
Ainda sonho um dia quem sabe te encontrar
E terminar uma historia que ficou no ar
Como uma estrela no céu perdida
Procuro encontrar do amor uma saída
E o seu eterno olhar numa esquina dessa vida.

By Everson Russo
evrediçõesmusicais©®
Direitos autorais reservados lei 9.610 de 19/02/98

sexta-feira, 25 de janeiro de 2013

O Que Eu Tenho Visto ou Sentido
Lua sozinha no mar
Estrelas perdidas
Corações distantes
Pessoas que não sabem amar.

By Everson Russo
evrediçõesmusicais©®
Direitos autorais reservados lei 9.610 de 19/02/98

quinta-feira, 24 de janeiro de 2013

No Alto da Montanha 
(Bem Perto do Céu do Amor)
Caminhava sozinho pela rua
Idas e vindas de sentimentos
Sinais de incertezas
Confusos momentos
Sentando num banco de praça
Avistei uma flor
Num jardim pequenino
Dosagem perfeita de amor
Ela tinha pétalas amarelas
Como fossem loiros os seus cabelos
A haste perfeita
Como um esguio corpo a bailar pelos dias
Ela também tinha espinhos
Que a protegiam de um mundo ruim
Peguei-a com todo o meu carinho
E a trouxe aqui pra perto de mim
Entendi que no ápice da poesia do sentimento
Eu precisava protegê-la
Como um herói protege a delicada princesa
Em sonhos loucos decidi levá-la ao alto da montanha
Onde ficaria perto do céu
Bem perto do amor
Poderia acariciar nuvens de algodão
Poderia colocar estrelas na palma da mão
Poderia beijar o luar
E ficaria também bem mais perto da chuva
Que como fosse seu corpo gostoso e macio
As suas pétalas orvalharia no deslize do tocar
Chuva fina ou tempestade de loucuras a te molhar
Ali ela estaria segura de todas as tristezas do mundo
De todo o mal do universo
E ainda teria no beijo suave do vento
Um suspiro de arrepios profundos
E a mais pura verdade do toque do meu verso
Ali eu a regaria diariamente com o meu amor
Com a lágrima que escorreria de emoção e dor
E eternizaria esse puro momento
Perfumando o mundo com a tua alma
Minha mais linda flor.

E no mais perfeito dia do sim
Um pouco antes do fim
Ela ficaria completamente nua para mim.

By Everson Russo
evrediçõesmusicais©®
Direitos autorais reservados lei 9.610 de 19/02/98

quarta-feira, 23 de janeiro de 2013

Anjo Que Beija Minha Alma
Anjo que flutua no céu
Delicias em favos de mel
Vem com sua branca asa
Morar ao meu lado em minha casa
Traz no sorriso a paz e o amor
Muda meu mundo e me tira da dor
Vem beijar meus dias de luz
Trilhar em vôo de pássaro
O caminho que ao nosso sonho conduz
Anjo que paira em meus pensamentos
Não pare nunca de me seguir
Governe todos os meus momentos
Vem da brancura das nuvens
E do céu todo azul
Traga-me sua paz e seu amor
Que se estende de norte a sul
Anjo bonito em forma de menina
Vem passear comigo
Molhar suas asas nessa chuva fina
Vem e deita ao meu lado
Fazendo-me sonhar
Deixe meus sonhos se perder
Como estrela que se perde no mar.

By Everson Russo
evrediçõesmusicais©®
Direitos autorais reservados lei 9.610 de 19/02/98

terça-feira, 22 de janeiro de 2013

Terreno Baldio
Versos mortos
Saudade que arranca o coração
Entulho por todos os cantos
Jardim em plena destruição
Escombros de um amor
Soterrado pela frieza
Sentimentos mortos e arruinados
Sem a menor delicadeza.

By Everson Russo
evrediçõesmusicais©®
Direitos autorais reservados lei 9.610 de 19/02/98

domingo, 20 de janeiro de 2013

Far Away...Star
O céu só é infinito
Porque a estrela mais linda e brilhante
Insiste em ficar eternamente longe
Num louco espaço distante
E ele se faz paz apenas por amor.

By Everson Russo
evrediçõesmusicais©®
Direitos autorais reservados lei 9.610 de 19/02/98

As Palavras
As palavras são loucas
São muitas
São poucas
Trazem carinho
Arrebentam o caminho
Fazem amor
Fazem amar
Destroem com dor
Afundam uma nau em alto mar.

By Everson Russo
evrediçõesmusicais©®
Direitos autorais reservados  lei 9.610 de 19/02/98

 
Web Analytics